Sua Saúde

A glândula da tireoide é um órgão pequeno, mas seu impacto é grande.

Mães Recentes

DOENÇAS DE TIREOIDE E MÃES RECENTES

Mães recentes sem diagnóstico prévio de doenças de tireoide podem desenvolver problemas nesta glândula no primeiro ano após o parto: isto é chamado tireoidite pós-parto (TPP).1 Há vários sintomas de tireoide hiper ou insuficientemente ativa que as mães recentes devem observar.1


TPP e sintomas de tireoide com pouca atividade

Entre 25% e 45% das mulheres que desenvolvem TPP apresentarão os sintomas de hipotireoidismo.1 Eles podem incluir: fadiga, perda de concentração, memória fraca, constipação e possivelmente depressão.1

TPP e sintomas de tireoide com excesso de atividade

Entre 20% e 30% das mulheres que desenvolvem TPP apresentarão sintomas de uma hipertireoidismo.1 Eles podem incluir: fadiga, palpitações, perda de peso, intolerância ao calor, nervosismo, ansiedade e irritabilidade.1

O hipertireoidismo em TPP geralmente ocorre nos primeiros 6 meses após o parto, sendo mais frequente nos 3 primeiros meses, e geralmente dura entre 1 e 2 meses.1

Como a TPP é tratada?

A TPP geralmente é uma condição passageira e transitória e nem todos os casos exigem tratamento.

  • Mães recentes sem sintomas de tireoide com pouca atividade, mas com alterações de TSH (não mais de 10miU/L) no sangue que não planejarem ter outro filho não precisam necessariamente passar pelo tratamento.1 No entanto, recomenda-se o monitoramento/verificação da tireoide entre 4 e 8 semanas após o diagnóstico.1
  • Mulheres com os sintomas de hipotireoidismo ou que planejarem uma gravidez futura devem ser tratadas com medicamento apropriado.1
  • Mães recentes com sintomas de tireoide hiperativa devem consultar seus médicos para obter mais tratamento.

Acompanhamento para mulheres com TPP

Embora um diagnóstico de problemas de tireoide possa ser assustador, a TPP não costuma ser uma condição de longo prazo e a maioria das mulheres descobre que suas glândulas trabalham normalmente ao final do primeiro ano após o parto.1 Caso você tenha algum dos sintomas citados acima, consulte o seu médico.

  1. De Groot L, Abalovich M, Alexander EK et al. Management of thyroid dysfunction during pregnancy and postpartum: an Endocrine Society clinical practice guideline. J Clin Endocrinol Metab 2012; 97: 2543–2565.

BR-NONE-00027/Abril-2022

Data de elaboração: Março 2018. Data da revisão: Abril 2022